Reformando e polindo post-mix usados

on 24 de julho de 2011



Depois de adquirir inúmeros post-mix usados, sujos e sem condições de uso, resolvi reformá-los pintando e polindo.  Quase sempre a parte interna do post-mix está em boas condições, limpo e sem arranhões.  A parte de fora, no entanto, sofre desgastes e maus tratos: amassados, etiquetas, tinta e riscos.  Posto aqui então um passo-a-passo em como deixar o seu post-mix tinindo e parecendo novo..





  • Lixa d´água (pode ser grão 200 a 600)
  • EPI
  • Furadeira
  • Adaptador para discos de polir
  • Chave de mandril
  • Fita Crepe e spray de tinta
  • Discos de polimento.  Algodão, Jeans e Sisal (ou algo mais abrasivo) 
  • Pedras de polimento.  Pedra azul para disco de algodão, branca para jeans e preta/marrom para sisal.





Primeira coisa a se fazer com o post-mix é dar um bom banho com água, sabão, limpando toda a superfície.  Não se preocupe em retirar os adesivos e marcas de cola do corpo do barril, você fará isso na 1a. etapa de polimento.  Retire as peças (postes, tubo de gás e de cerveja, tampa e poppets), tire as borrachas e jogue-as fora (a maioria está trincada/ressecada e com cheiro de refrigerante ou pior), dê uma boa esfregada com sabão e depois coloque em imersão de água e sabão ou vanish branco (percarbonato de sódio) ou soda cáustica quente.  Se a superfície interna do post-mix estiver suja, pode-se fazer o mesmo para limpar.  Mas eu geralmente deixo essa etapa por último, depois que eu tiver reformado o post-mix.

Depois use uma lixa d´água (pode ser qualquer uma desde grão 200 até 1200.  Eu prefiro as mais grossas (ie, 200) ) apenas nas borracha dos post-mix.  Isso para retirar alguns resquícios de outras tintas da borracha e também para alisar a superfície da borracha.  A maioria dos post-mix tem a borracha preta, e você irá notar que uma solução de tinta preta sairá no lixamento.  Sem problemas:  termine de lixar toda a borracha e depois enxague para tirar esse excesso de tinta preta.  Isso fará com que a borracha fique limpa e lisa, pronta para receber a camada de tinta com boa aderência.

Falemos agora sobre o polimento..









É um processo feito em etapas que não podem ser "puladas".  Muitas pessoas não entendem isso e acabam não tendo o acabamento desejado.  Começa-se com um grão mais abrasivo e caminha-se para o polimento mais refinado. O quão abrasivo vai depender de quão fundo são os riscos no metal.  Antes de mais nada, o desenho a seguir deve explicar bem esse processo.

A parte cinza representa a superfície do seu projeto em nível microscópico.  A parte da esquerda representa a condição original do metal, amassado, riscado e com adesivos, etc.. A parte da direita mostra o resultado da ação dos discos depois de um tempo razoável de polimento.

Se você começar direto na etapa de acabamento, vai retirar apenas os picos na superfície, mas vai retirar apenas uma pequena camada de metal. Algumas áreas ficarão lisas, e portanto bem brilhantes. Porém existem muitos riscos profundos sobrando.  Ficará bonito de longe, mas não como aquela peça de exposição.
A segunda linha mostra o que um disco médio (jeans por exemplo) faria na superfície.  Removeria bem mais material indo até em alguns riscos mais fundos.  Você terá um resultado mais consistente, mas não é exatamente liso.  O resultado pode ser descrito como limpo e regular ao toque, mas com distorções na imagem e não brilhante.
A última linha mostra o que aconteceria se você fosse para o disco mais abrasivo, como sisal por exemplo.  Em superfícies bem judiadas, ele faz o trabalho mais rápido e mais efetivo em "apagar" os riscos mais fundos. O ponto negativo desse material é que o seu resultado é uma superfície relativamente rugosa/não acabada.  Caso você use um disco muito abrasivo, vai até achar que fez besteira em ter escolhido esse passo, pois o resultado pode ser até menos brilhante que o inicial do seu post-mix.  Não se  preocupe.

Agora que você entendeu o que cada passo faria ao seu barril se fossem usados diretamente, falaremos do processo como um todo, em várias etapas.  Usando o desenho abaixo, você pode entender como a superfície terá de ficar pior para que fique melhor.  Começa-se com o grão mais agressivo/abrasivo de modo a retirar os riscos mais profundos.  Se existirem apenas alguns riscos fortes e isolados, vá em frente e trabalhe apenas neles. No meu caso, eu acabei usando esse primeiro disco em toda a superfície para tirar além dos riscos, alguns adesivos e sujeiras impregnadas no metal.  Aplique um pouco da pedra no seu disco com a furadeira ligada e fazendo pressão sobre a mesma.  Aplique então esse disco no barril.


Em seguida, use o disco jeans em toda a superfície, sempre trabalhando em seções.  Se você notar algum risco mais difícil de retirar (e vai notar muito melhor depois que passar o disco por cima da superfície mais rugosa), marque esse risco com um lápis para depois voltar com o disco mais abrasivo para "limpá-lo".



A foto à esquerda mostra esse primeiro polimento e como fica essa parcial.  Dá pra se notar que ele gera uma série de novos riscos e marcas do disco, mas é a natureza do processo.  A passagem seguinte do disco mais refinado vai remover esses riscos que você acabou de criar, dando o acabamento no metal e o tão sonhado efeito espelho.  Após então esse segundo passo, passe para o disco de algodão e a pedra azul para fazer esse acabamento e aplique bastante da pedra nessa etapa.  Também é interessante nesse disco tirar um pouco a mão, pois apenas o efeito de leve pressão já é o suficiente para o polimento.  Pronto, você já terminou a parte do polimento!!




  • Use EPI (óculos protetores) e protetor de ouvido.  Ficar com a furadeira ligada por 2 horas é irritante.  
  • Trabalhe em superfície organizada e na altura ideal.  Como esse é um trabalho demorado, você pode acabar ficando com dores nas costas de ficar inclinado com o barril no chão.  Ache uma mesa baixa para apoiar o post-mix e algum apoiador para ele não escorregar durante o polimento.
  • Vá com calma.  Esse é um trabalho demorado e tedioso.  Os melhores resultados ocorrerão com paciência e sem pular etapas.
  • Trabalhe em pequenas áreas/seções e sistematicamente.  Eu gosto de trabalhar em seções verticais e da direita para a esquerda (pois a rotação da furadeira joga os detritos para a direita).  Assim você saberá onde já poliu e dá pra ver a diferença entre as áreas trabalhadas.
  • Para um post-mix de 10L, eu demorei algo em torno de 20 minutos por disco.  Se o post-mix for de 19L, o dobro do tempo será necessário.  Faça pausas entre os discos para que o rendimento não caia.
  • Os discos devem ser usados perpendicularmente em relação à superfície.  Caso você trabalhe em ângulo, eles irão se desgastar mais rápido.
  • Aplique pressão de modo que a rotação caia para a metade.  Chega até a doer a munheca, mas com maior pressão você terá resultados melhores.




Essa é uma das partes mais fáceis do projeto.  Apenas cubra o corpo de inox do post-mix com fita crepe e jornal e também cubra o buraco da tampa e os conectores com fitacrepe de modo que tinta não seja aplicada ali.  Por minha experiência eu acho melhor deixar os postes nos conectores de gás e cerveja e colocar fita em volta desses postes.  E nos buracos das tampas, eu simplesmente molho a tampa e coloco ela em cima de um jornal, marcando o seu contorno.  Corto então em volta dessas marcas com uma certa folga pra poder fechar em volta da tampa com fita crepe.

Aplica-se então o spray, sempre tomando-se o cuidado para não chegar muito perto pois a tinta aí irá escorrer.  Duas mãos de tinta é o ideal (deixando-se secar entre elas).  Três mãos podem vir a ser necessárias caso a tinta seja fraca.  

No vídeo abaixo eu mostro um pouco do processo feito para os post-mix.  Vale lembrar que eu recondicionei 2 post-mix, então as filmagens mostram não necessariamente o mesmo post-mix.  Mas a intenção era mostrar o processo da melhor forma possível, e eu acredito que o fiz.  A fase final de polimento, com a roda de algodão, também não está mostrada, porém o processo é o mesmo que com a roda jeans: aplica-se a pedra na roda e então trabalhe em seções do barril.  Tente ser consistente nessas seções, de modo que você saiba onde já poliu.  Também, nessa última fase (roda de algodão) não é necessário grande força para o polimento.  apenas uma leve pressão já é o suficiente para dar o acabamento (com as outras rodas, eu aplico força o suficiente para reduzir a rotação da furadeira até mais ou menos a metade).

21 comentários:

lucas Gato disse...

Boa noite, aonde você compra os post-mix, estou querendo comprar 1?
Abraço
Lucas

Phil disse...

Compro de ofertas que aparecem em listas de discussão. A última compra foi feita coletivamente pela Acerva Paulista de um homebrewer do Nordeste. Algumas vezes você pode achar em ferro-velho, mercadolivre.com.br ou na comunidade de cerveja artesanal do orkut.

Anônimo disse...

Phil, muito interessante o que fez. Parabéns!
Fiquei estimulado em adquirir um post mix quando houver oportunidade.
Abraços!
Nunes

Filipe disse...

Ficou muito bom esses teus post-mix. tenho uma choppeira toda em inox que está um pouco arranhada, será que dá para fazer algum trabalho nela? Agora acho que é aço escovado.

Marcos Arnus disse...

Fala Phil,
Seu post ficou muito bom cara!
Até me animou de recondicionar os 4 cornelius que eu tenho encostado lá em casa.

Abs,
Marcos Arnus

Phil disse...

Filipe, sim. Com certeza dá pra melhorá-la. Como ela já deve ter um acabamento bom é melhor começar de trás pra frente, isto é, com a roda de algodão primeiro e tentando tirar os riscos. E não usar as rodas mais 'pesadas', pois aí pode danificar esse acabamento.

Marcos, é essa a idéia!!

Sandro disse...

Olá amigo, qual o primeiro disco que vc usa com a pedra preta?? quais as pedras que vc usa na seqüência?? Preta, cinza e branca.. Estou polindo o motor e rodas de uma moto e achei massa sua técnica. Me add no msn por favor? sandro_sampa@hotmial.com

Phil disse...

Olá Sandro. Para a pedra preta, eu usei um disco mais duro. Sisal é uma opção. Depois uso a pedra branca com o disco jeans e finalmente a pedra azul com o disco de algodão.

marco disse...

Ola Sandro tudo bem... cara parabéns pelo post... Tenho uma dúvida estes discos que vc usa eles são grossos, nas lojas que vejo só tem disco de 0,5cm... vc que monta os discos ou vc coloca 5,10 discos juntos isso que não entendi... desculpe minha ignorancia !
Abraço,
Marco

marco disse...

ops... me desculpe ... Olá Phil...
Abraço

Marco

Phil disse...

Marco, você deve estar olhando o disco errado. Veja na postagem os links que estão nos materiais. Você compra esses discos diretamente, sem montar nada.

Diogo Henrique Hendges disse...

Boa tarde!
Gostaria de saber quantos discos de cada etapa você gastou por barril?
Quero aplicar esse processo nos meus barris de 50 litros, que serão minhas tinas de água, mosturação e fervura.

Abraço!

Diogo

Phil disse...

Diogo, na verdade a pergunta teria que ser mais para "quantos barris para cada disco". Até hoje eu poli algo como uns 10 barris e não precisei comprar um disco de reposição. A pedra de polir no entanto usa-se bastante. Recomendo comprar 0,5kg pelo menos por pedra.

Diogo Henrique Hendges disse...

Valeu Phil!

Anônimo disse...

onde eu compro a pedra azul alguem vende?

Phil disse...

no lugar que eu comprei o meu material vende: http://www.vrabrasivos.com.br/?pg=produtos&id=93

Outras lojas de abrasivos/polimento também devem ter disponível.

Anônimo disse...

Phil,

para um acabamento final, dá pra usar as pastas de polir (não é cera) usadas em carro, após a pintura?

já vi gente usando pra polir aluminio e fica muito bom, parece um espelho mesmo.

Phil disse...

Eu tentei sim usar pasta de polir. Acho que na verdade era cera de carro mesmo. Não vejo problema. Na minha experiência eu não vi muita melhora ao usar a cera. Mas com certeza não estragará o que já foi feito.

vanessa disse...

para polir o motor de moto e o mesmo procedimento porque eu tenho uma titan mais eu nao estou conseguindo polir so com licha e massa de polir ficou mais ou menos polido mas ainda falta muito para ficar bom vç pode me ajudar se puder obrigado a e como eu encomtro essas pedras e lixas de polimento para comprar obrigado

resende.m disse...

Muito bom! Achei bem didático.
:)

Anônimo disse...

Alguem tem algum para venda?
Ted.moreno@hotmail.com

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...